Deixe seu e-mail e saiba das novidades:

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Ano da França no Brasil, eventos culturais




França no Brasil

Os eventos estão acontecendo, segundo acordos dos presidentes: Luiz Inácio Lula Da Silva e Nicolas Sarcozy. França dedicou 10 milhões de euros p
ara estes eventos no Brasil. São mais de 400 projetos culturais que se apresentam em 15 cidades brasileiras, incluindo Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador. Esses eventos estão acontecendo desde abril e irá até novembro, incluindo mostras, palestras, espetáculos e outras atividades culturais, além de encontros universitários, científicos e comerciais. O evento foi aberto em 21 de abril, em Ouro Preto (MG), com um espetáculo circense.

“O objetivo não é a justaposição de eventos temporários, mas a promoção de parcerias que possam se tornar contínuas entre as instituições e pessoas dos dois países”
(disse Yves Edouard Saint-Geours, presidente do comissariado do ano da França no Brasil.)


Brasil na França

O ano de 2006 foi consagrado à presença do Brasil na França, ocasião em que centenas de eventos musicais, literários e culturais, foram promovidos pelo Ministério da Cultura no sentido de apresentar ao publico francês a diversidade artística do país tropical.





Anos importantes na "intervenção" da França no Brasil, para as Artes

1816 - Missão Artística Francesa - Importante para a formação cultural das nossas artes plásticas foi a chegada de artistas franceses que para cá vieram em 1816 para atender as necessidades de Dom João VI. Fundou-se então em 12 de agosto daquele ano a primeira Escola Real de Ciências, Artes e Ofícios Brasil, sendo que a maior dimensão dessa presença se deu pelo talento de Jean Baptiste Debret (1768-1848), um verdadeiro cronista social armado com pincéis com os quais registrou em imagens vivas as mais diversas cenas da vida cotidiana do Brasil colonial. Foi dele também o desenho da primeira bandeira do Brasil (verde-amarela com um losângulo no centro). Além de Debret integraram a Escola os artistas Joachin Le Breton, Pierre Dillon, Nicolas e Auguste Taunay, Simon Pradlier, Granjean de Montigny, François Ovide, Charles Levasseur, Louis Meunié, e François Bonrepos.

1829 - Teatro - Companhia lisboeta apresente ao público carioca no Teatro São Pedro de Alcântara, pela primeira vez peças de Victor Hugo, Bouchardy, Dumas, Voltaire e outros.

1838 - Comédia - Martins Pena apresenta sua peça O juiz de paz na roça, e, tempos depois, é considerado o "Molière brasileiro".

1865 - Fotografia - Início da atividade fotográfica do franco-brasileiro Marc Ferrez, testemunho da vida cotidiana do Império e da República.

1924 - Modernismo - Chegada do poeta modernista Blaise Cendrars, a convite de Paulo Prado. Contanto com os modernistas brasileiros Mario e Oswald de Andrade. Entedeu o Brasil como a “Utopialand”, a Terra da Utopia. Relaciona-se com Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade.

1944 - Literatura realista - Contratado pela Editora Globo de Porto Alegre, Paulo Rónai assumiu o projeto. Ao todo, 14 tradutores assumiram a tarefa de traduzir a Comédia Humana de Balzac, entre os quais Brito Broca, Carlos Drummond de Andrade e Mário Quintana. Para contextualizar o leitor brasileiro a respeito da França da época de Balzac, Rónai elaborou mais de 7 mil notas de rodapé para os 89 livros da Comédia humana e escreveu os prefácios de cada uma das suas obras, pois julgava insuficiente apenas uma apresentação geral do conjunto. O projeto, composto por 17 volumes, com a primeira publicação em 1945, levou dez anos para ser concluído.

1958 - Cinema Novo - O decênio do Cinema Novo no Brasil(1958-1968), face tropical da Nouvelle Vague francesa dos anos 50 e 60, particularmente pela influência junto aos cineastas brasileiros, como Glauber Rocha, da obra de Jean Luc Godard, François Truffaut, Alain Resnais e tantos outros, cujos princípios técnicos e estéticos chegavam ao Brasil através dos Cahiers du Cinéma (criada em março de 1951 por Jacques Doniol-Valcroze, André Bazin e Lo Duca.).




Se você está afim de encontrar o mundo das artes francesas aqui no Brasil quem sabe na sua cidade
entre no site:
www.anodafrancanobrasil.cultura.gov.br
e confira a programação dos eventos culturais em sua cidade.


Divirta-se. Emocione-se.
Dê valor a Cultura.
Seja ela francesa.
Seja brasileira.
Seja internacional.
Seja cultural.

Seja o primeiro a comentar!

E o povo todo viu!

  ©Conteúdo Cultural - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo