Deixe seu e-mail e saiba das novidades:

domingo, 21 de junho de 2009

"Mirona, a Princesa Chorona" no Festival do RJ



PRÊMIO DE MELHOR PEÇA INFANTIL

MELHOR PRODUÇÃO(Renê Azevedo e Ed Lopez)

MELHOR ATRIZ (Adriana Perim)


DOS 11 PRÊMIOS, FOMOS INDICADOS A 10:

- Melhor Iluminador: Leandro Barreto

- Melhor Figurino: Aline Lima
- Melhor Cenário: Ed Lopez
- Melhor Texto: Ed Lopez
- Melhor Produção: Renê Azevedo e Ed Lopez
- Melhor Diretor: Ed Lopez
- Melhor Atriz Coadjuvante: Lívia Paiva, Vanessa Botelho e Maristela Guimarães
- Melhor Ator: Vitor Barbarisi
- Melhor Atriz: Adriana Perim

- Melhor Espetáculo: "Mirona, a Princesa Chorona".



Texto e direção: Ed Lopez – Autor premiado no Rio de Janeiro e em Gramado.


Conhecemos muitos contos infantis e histórias de princesas boazinhas, humildes ou pobres, que se apaixonam por um príncipe encantado ou por um plebeu aventureiro, e então uma terrível bruxa invade a história tramando as maiores barbaridades no intuito de impedir que elas sejam "felizes para sempre". Mirona é completamente diferente de todas essas. Nossa princesa é mal-educada, brigona, chorona, não respeita os mais humildes e quer que somente suas vontades sejam feitas. Um belo dia, recebe a notícia de que a Fada Maria realizará um baile em que será escolhida uma princesa para se casar com seu afilhado, o príncipe Pedro (que, além de lindo, é cunhado da Cinderela!). Mesmo sem ser convidada, Mirona vai ao baile certa de que será a eleita. Quando o príncipe Pedro a vê, já se apaixona por ela. Contudo, Fada Maria, ao perceber os graves defeitos da princesinha, faz um feitiço que transforma a vida desta completamente... de nobre, ela passa a ser vista como serviçal. A partir daí, muitas aventuras e dificuldades farão parte da vida de Mirona, até que a princesa descubra dentro de si valores antes desconhecidos e que há coisas muito mais importantes e valiosas do que a riqueza material.


▬►Elenco◄▬

-Adriana Perim
-Alessandra Esteves
-Lívia Paiva
-Renê Azevedo
-Samuel Toledo
-Vanessa Botelho
-Vitor Barbarisi
-Participação Especial: Maristela Guimarães

Assistente de Direção: Anderson Guimarães

Preparador Corporal e Coreógrafo: Geandro Pascarelli

Preparador Vocal e Músico: André Bassman

Diretor de Iluminação: Leandro Barreto

Operador de Luz: César Germano

Figurinista: Aline Lima

Maquiador: Cleyton Brayt

Designer gráfico: Marcello Roza




Lembrando os agradecimentos a Diretora de Produção do espetáculo: Ayala Rossana, pelo seu belo trabalho realizado durante a pré-produção e a produção geral da temporada no Teatro Pinheiro Guimarães.

Meu respeito a todos do espetáculo, prêmio totalmente merecido pelo esforço de todos.

Cleyton Brayt








Continue lendo >>

sexta-feira, 12 de junho de 2009

"Romeu e Julieta, a Comédia"

A Cia Com a Bunda na Janela, traz uma nova investida: a esquete teatral "Romeu e Julieta, a Comédia", dirigido pela veterana Selma Lopes(conheça melhor Selma Lopes CLICANDO AQUI), e com os atores Tony Di Carlo e Robson Duarte.

A esquete teatral, veio da idéia da atualidade, assim, tranformando um texto clássico de Shakespeare em uma comédia inebriante. Onde Julieta conta como está triste sendo uma personagem e como quer se libertar, dançar, fazer orgias,etc.


Ficha Técnica:

Direção: Selma Lopes
Produção e Maquiagem: Cleyton Brayt
Iluminação: Tony Di Carlo
Figurino e Cenário: Néri Monteiro


Não percam a apresentação especial no 4º circuito Mix de Esquetes, em Nova Iguaçu.


▬► Espaço Cultural Sylvio Monteiro◄▬
(R. Getúlio Vargas, 51 - Centro / Nova Iguaçu

Dia 19 de junho, ás 20 hs.
R$ 10,00 (inteira)
R$ 5,00 (meia / antecipados)

Dia 21 de junho, ás 19 hs.
(Homenagem Especial Para Selma Lopes)

Mais informações sobre o festival: 3768-9250 / 2667-2157


Mais informações sobre a Cia Teatral Com a Bunda na Janela e sobre a esquete teatral "Romeu e Julieta, a Comédia" : 9266-8604



Confira a Filipeta do Evento CLICANDO AQUI.


Continue lendo >>

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Mostra Internacional de Teatro - MIT 2009



MIT 2009
Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)

Teatro I

Em sua quinta edição, a parceria entre o CCBB e o Festival Internacional de Londrina (Filo) leva ao Teatro I do CCBB espetáculos de quatro países: Argentina, Espanha, Itália e Rússia. Quem abre a mostra, em sessões de sexta (5) a domingo (7), é o renomado Teatr Licedei, de são Petersburgo. Com trabalho calçado na arte dos clowns*, o grupo russo fundado em 1968 por Slava Polunin exibe no Rio Semianyki, sua mais nova criação coletiva. Trata-se de uma tragicomédia para todas as idades, composta de esquetes, que põe em cena fragmentos de uma família amalucada. Depois de Semianyki serão apresentados até o fim de junho, La Omisión de La Familia Coleman, da argentina Timbre 4; Crónica de José Agarrotado, do grupo espanhol loscorderos s.c.; e Pépé e Stela, do Teatro Gioco Vita, da Itália.



*Clown

A palavra clown (pronuncia-se “cláun”) apareceu no século XVI. Este vocábulo remete-nos a colonuns e clod, significando um fazendeiro ou rústico, torpe e, de qualquer maneira, o clown foi sempre campesino (TOWSEN, 1976). Outra origem é na língua celta, designando originalmente um fazendeiro, um campônio, visto pelas pessoas da cidade como um indivíduo desajeitado e engraçado, indicando, num outro momento, aquele que, com artificiosa torpeza, faz o público rir.

Clown se traduz por palhaço, mas as duas palavras têm origens diferentes. Palhaço vem do italiano e se relaciona, geralmente, à feira e à praça; já o clown refere-se ao palco e ao circo. Mas, na linguagem do espetáculo, as duas palavras confluem em essências cômicas.

Os grandes clowns tradicionais do cinema tais como Mazzaropi, Chaplin, Keaton, Tati, Langdon, The Marx Brothers, Harold Lloyd, Jerry Lewis, Martin and Lewis, Woody Allen, Laurel and Hardy, Abbott and Costello e Andy Kaufman, entre outros maravilhosos nos foram apresentados em algum momento de nossas vidas.


Serviço: Centro Cultural Banco do Brasil - Teatro I
(148 lugares)
Rua Primeiro de Março,66, Centro. tel.: 38082020
(Sexta a domingo, 19:30)
R$10,00 Bilheteria a partir das 10 hs (sex. a dom.)
Até dia 28. Estréia em 05/06/09 (sexta-feira)

★★★★★★★

"E você pode pensar que a vida é uma grande ilusão
Mas se você for sincero será deixado para trás
E vai seguir sendo odiado nesse mundo lúdico e colorido
Onde um sorriso falso brilha mais que uma lâmpada incandescente
E se desfaz na velocidade da luz
Não banque o palhaço!
Não seja enganado!
"

(Trecho de uma poesia de um autor que prefere ser identificado como: Autor Desconhecido)

CONFIRA NA ÍNTEGRA CLICANDO AQUI.



Fonte: Revista Veja Rio
Ano 42 Nº 22


Continue lendo >>

E o povo todo viu!

  ©Conteúdo Cultural - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo