Deixe seu e-mail e saiba das novidades:

terça-feira, 31 de maio de 2011

Moda: Universo Tropical


A exposição "Universo Tropical" ocupa o Armazém 2, no Pier Mauá entre os dias 31 de maio e 4 de junho, fazendo parte da programação do Fashion Rio.

A mostra reúne diversos movimentos que influenciaram a cultura contemporânea, como o tropicalista, o antropofágico e o modernista, chegando aos dias de hoje através de ícones que se destacaram com seu comportamento.

"A idéia da exposição surgiu de uma indagação. Quais elementos poderiam descrever a cultura brasileira de vestir, em todos os tempos? Chegamos então a essa teia, uma mistura de referências onde a moda aparece como cultura, como corpo, como criação de personagens", descreve a assessora da Superintendência de Museus da Secretaria de Estado de Cultura Luiza Marcier, curadora da mostra ao lado de Mari Stockler, que diz: O corpo, a memória, a natureza e a cultura são inspiração para o trabalho dos designers cariocas. Neste "liquidificador" cultural, que deu origem ao nosso jeito de ser, haverá ainda referências a novelas, à arte plumária, a Carmem Miranda e ao mestre Chacrinha.

Há uma junção de várias peças coletadas de museus como a Casa da Marquesa, Museu Carmem Miranda, Museu do Ingá, Instituto Zuzu Angel e Museu Histórico Nacional. A pintura de Francisco Pedro do Amaral que mostra a imagem da Marquesa de Santos, está com exclusividade na mostra, pois ela nunca tinha saído do Museu Histórico Nacional.


*Quem é Marquesa de Santos?

A paulista Domitila de Castro Canto e Melo, mais conhecida como Marquesa de Santos, foi uma nobre brasileira, célebre amante de D. Pedro I e teve cinco filhos. Nasceu em 27 de dezembro de 1797 e morreu no dia 3 de novembro de 1867.

Residiu na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro, D. Pedro I assumiu a paternidade de sua filha Isabel Maria, filha com a Marquesa de Santos, ele não preocupava em escondê-la da sociedade, deixando inquieta a opinião pública.



Além disso terá exposição do filme Macunaíma e o documentário Dzi Croquetes (Confira matéria sobre o documentário aqui no #ConteudoCultural CLICANDO AQUI), vestidos de Yves Saint Laurent, inspirados nas florestas tropicais aparecem perfilados, assim como o corte modernista das criações da estilista Zuzu Angel e até um paletó assinado por Burle Marx. Para os saudosistas dos anos 80, uma palinha: as famosas meia Dancin' Days.

Fonte:

Seja o primeiro a comentar!

E o povo todo viu!

  ©Conteúdo Cultural - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo